Imagem

CPM 22 é figura certa em festivais pelo país

Depois de um intervalo de seis anos sem gravar o CPM voltou ao estudio.

Atlântida, Rock in Rio, João Rock... é fácil ver o CPM 22 no lineup dos maiores festivais do país. A banda, que completa 22 anos, lançou seu novo álbum de inéditas, Suor e Sacrifício, depois de um intervalo de seis anos em sua discografia.


Suor e Sacrifício traz um grupo mais coeso, experiente e maduro. “No começo foi tudo muito corrido, né? Independente, aí já entra pra gravadora, mudança na vida de uma hora pra outra, falta de experiência, enfim”, explica o vocalista Badauí sobre a diferença do momento atual para o começo da carreira: “Eu trabalhei agora do jeito que eu me sinto melhor. Cê busca isso mas nem sempre consegue... agora foi”.

Compartilhar esta notícia

Notícias Relacionadas

0 comentário(s)

Faça o seu login ou cadastre-se para comentar!