Regional Colatina é a segunda com mais profissionais da educação positivos para Covid-19 no ES

Escrito por em 29 de dezembro de 2020

O Censo Sorológico divulgado na manhã desta segunda-feira (28) aponta que a regional Vitória, que abrange 20 municípios, é a que concentra o maior número de casos de Covid-19 entre profissionais da educação na rede estadual de ensino. Foram colhidas 15.639 amostras nessa região, totalizando 1.059 casos positivados, o que corresponde a 6,77%. As informações foram apresentadas pelo gerente Estadual de Vigilância em Saúde, Orlei Cardoso, e pela médica infectologista da Subsecretaria de Estado de Vigilância em Saúde, Cristiana Costa Gomes.

O Censo Sorológico foi realizado entre os meses de outubro e dezembro com professores e demais trabalhadores da rede estadual de ensino. O objetivo é identificar os profissionais que já foram infectados, reunindo dados que auxiliem no aprimoramento dos protocolos sanitários.

Os municípios da regional Vitória com maior índice de positividade são Ibatiba, Domingos Martins e Viana, com respectivamente, 13,33%, 9,23% e 8,62%. Além dessas cidades, também fazem parte da regional a capital Vitória, Afonso Claudio, Brejetuba, Cariacica, Conceição do Castelo, Guarapari, Itaguaçu, Itarana, Laranja da Terra, Marechal Floriano, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá, Santa Teresa e Venda Nova do Imigrante.

A regional Colatina, que conta com 15 municípios e onde foram coletadas 1.965 amostras, é a segunda colocada em casos positivos para Covid-19, com 110, o que corresponde a 5,60%. Nessa região o maior índice de positividade foi em São Roque do Canaã, com 13,89%; seguido de Sooretama, com 10,39%; e Colatina, com 10,34%. A regional que ficou em terceiro lugar foi a de São Mateus, que abrange 13 municípios. Foram feitas 1.913 coletas, constatando 105 casos positivos, que correspondem a 5,49%.

Na regional São Mateus as cidades com maior índice de positividade foram Pinheiros, Ecoporanga e Pedro Canário, com respectivamente, 9,52%, 6,92% e 6,8%.

Com 19 municípios, a regional Cachoeiro foi a de menor índice de contaminação entre os trabalhadores da educação da rede estadual de ensino, com 5,34%. Nessa regional foram coletadas 1.555 amostras, registrando 83 casos positivos.

Segundo Cristiana, o teste feito no Censo Sorológico é o mesmo do Inquérito Escolar divulgado no dia 21 de dezembro, ou seja, detecta anticorpos e é processado no Laboratório Central (Lacen). Diferentemente do Inquérito, porém, não tem uma amostra, tendo sido aberto para todo e qualquer trabalhador da rede estadual de ensino que quisesse participar.

De acordo com o Inquérito Escolar, a prevalência da Covid-19 é maior entre os estudantes do que entre os trabalhadores da educação no Espírito Santo. Dos alunos das redes municipal, estadual e privada testados, 11,1% foram positivados. Entre os trabalhadores, a porcentagem foi de 7,8%.

Fonte: Século Diário


Opiniões dos leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.. Estes campos devem ser marcados *



Faixa atual

Título

Artista